Última hora
This content is not available in your region

Tentativa de golpe de estado na Arménia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Tentativa de golpe de estado na Arménia
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

Ambiente de tensão na Arménia, numa altura em que oprimeiro-ministro do país, Nikol Pachinian, acusa o Estado-Maior do Exército de tentativa de golpe de Estado. Decidiu pedir apoio aos seus partidários através do Facebook, pegou no megafone e saíu às ruas para evitar confrontos. No entanto, o principal partido da oposição lançou o apelo para que o chefe do governo abandone o poder para evitar "uma guerra civil".

A análise de Stepan Grigoryan, antigo embaixador da Arménia na Rússia não dá margem ao otimismo:

Esta é uma tentativa clássica de golpe militar na Arménia. Se vão partir para a ação, é difícil dizer, só o tempo o dirá, porque Nikol Pashinyan chamou os apoiantes para virem até à praça. Nikol Pashinyan é o primeiro-ministro eleito, então qualquer mudança no seu estatuto ou prisão, será um ato ilegal. As forças externas podem desempenhar um grande papel. Podem desempenhar um papel dissuasor ou não. Portanto, tudo é possível, mas espero que não haja uma guerra civil.
Stepan Grigoryan
Antigo embaixador da Arménia na Rússia

O primeiro-ministro da Arménia está sob pressão da oposição há semanas que exige a sua renúncia depois da derrota militar e política frente ao Azerbaijão em 2020, no conflito de Nagorno Karabakh - um enclave arménio, mas sob o controlo administrativo do Azerbaijão. Uma derrota que pode comprometer o seu destino político.