Última hora
This content is not available in your region

França e Espanha: os países que mais produzem filmes de animação na UE

euronews_icons_loading
França e Espanha: os países que mais produzem filmes de animação na UE
Direitos de autor  euronews
De  Wolfgang Spindler
Tamanho do texto Aa Aa

França e Espanha são os países que mais produzem filmes de animação na Europa.

Durante o Cartoon Movie, um evento mundial dedicado à co-produção, as produtoras francesas apresentaram 21 dos 55 projetos integrados no evento.

Em Espanha, a política de incentivos fiscais ao cinema tem dado frutos, mas, há outras razões que explicam o sucesso espanhol.

"Em Espanha, temos muitas pessoas talentosas que tiveram de emigrar para os Estados Unidos, para a Irlanda ou para o Reino Unido porque não havia produção suficiente em Espanha. E parte dessas pessoas voltou para Espanha e criou novos estúdios de animação e esses estúdios têm lançado novos projetos que são muito poderosos e muitos bons", disse à euronews Iván Agenjo, presidente da Associação Catalã de Produtores de Animação.

Depois de ter trabalhado em Paris e nos Estados Unidos, o realizador espanhol Sérgio Pablos criou um estúdio de animação em Madrid e realizou, Klaus, nomeado para um Óscar, no ano passado.

"Klaus", Sergio Pablos

“Sentíamos falta das academias de animação, das universidades. Há dez anos, essas estruturas não existiam e agora temos universidades e escolas especializadas, o que nos ajuda a melhorar e aumenta o nosso leque de talentos", acrescentou o responsável catalão.

euronews
A realizadora romena Anca Damianeuronews

Realizadores romenos lamentam falta de apoio

A Roménia apresentou três projetos de filme, nomeadamente, "The Adventure of Fram the Polar Bear", de Anca Damian, uma adaptação de um livro infantil do escritor romeno Cezar Petrescu. Apesar de ter tido sucesso a nível internacional, a realizadora romenaconsidera que é impossível financiar filmes de autor apenas com fundos públicos romenos.

“Há uma grande criatividade na Roménia, há artistas conhecidos no estrangeiro mas aqui, no país, não temos reconhecimento. Alguns de nós têm sorte, têm contactos internacionais e podem co-produzir filmes, caso contrário, não há um sistema na Roménia que apoie o nosso trabalho”, explicou Anca Damian.

"Le Voyage De Monsieur Crulic", Anca Damian, 2011

A indústria europeia e os Óscares

Este ano, o Cartoon Movie integra 55 projetos de longas-metragens de animação de 16 países europeus, para um orçamento total de 297 milhões de euros. O Cartoon Movie é apoiado pelo programa Media da União Europeia.

"A indústria da animação é importante para a Europa porque a animação viaja bem, tem sucesso a vários níveis, nomeadamente ao nível do público”, afirmou Harald Trettenbrein, responsável da unidade Media da EACEA.

Uma das obras apresentadas durante o Cartoon Movie, "Wolfwalkers" de Tomm Moore e Ross Stewart, acaba de ser nomeada para um Óscar.