Última hora
This content is not available in your region

Comunidade quer acelerar paz no Afeganistão

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Comunidade quer acelerar paz no Afeganistão
Direitos de autor  Alexander Zemlianichenko/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia, os Estados Unidos da América, a China e o Paquistão lançaram um apelo para que se reduza o nível de violência no Afeganistão e instaram os Talibãs a não prosseguirem uma ofensiva de primavera.

A declaração conjunta foi divulgada após uma conferência, em Moscovo, a que assistiram representantes do Governo de Cabul, do movimento Talibã e uma delegação do Qatar, onde decorrem as negociações de paz para o Afeganistão.

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros lamentou a falta de resultados das negociações de Doha, que estavam suspensas desde o ano passado. Sergei Lavrov afirmou, ainda, que perante a atual "degradação política e militar" são "inaceitáveis" mais atrasos.

A reunião de quinta-feira ocorre num momento em que se intensificam os esforços para que seja alcançado um cessar-fogo permanente e formado um Governo inclusivo no Afeganistão.

A cimeira foi a primeira de três conferências internacionais planeadas até ao dia um de maio, a data prevista para a retirada das forças norte-americanas e da NATO do país.