Última hora
This content is not available in your region

Bélgica homenageia vítimas dos atentados de 2016

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Bélgica homenageia vítimas dos atentados de 2016
Direitos de autor  Christophe Licoppe/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A Bélgica prestou, esta segunda-feira, homenagem às 32 vítimas mortais dos ataques terroristas de 22 de março de 2016.

O Rei Filipe e a Rainha Matilde participaram em cerimónias no aeroporto de Zaventem e na estação de metro de Maelbeek, em Bruxelas, cenário dos atentados suicidas.

O primeiro-ministro, Alexander de Croo, reuniu-se posteriormente com sobreviventes e familiares das vítimas mortais.

Recorde-se que na manhã de 22 de março de 2016, explodiram dois engenhos no aeroporto de Zaventem, uma hora depois, registou-se outra explosão na estação de metro de Maelbeek. Além das 32 vítimas mortais, mais de três centenas de pessoas ficaram feridas.

Três islamistas morreram no local, outro acabou detido. O atentado foi reivindicado pelo grupo radical Estado Islâmico.

De acordo com as investigações, os autores dos ataques pertenciam a uma célula franco-belga ligada aos atentados que ocorreram em Paris, no dia 13 de novembro de 2015, que fizeram 130 mortos e mais de quatro centenas de feridos.