Última hora
This content is not available in your region

Militares de Myanmar matam dezenas de pessoas

euronews_icons_loading
Militares de Myanmar matam dezenas de pessoas
Direitos de autor  AP/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Forças de segurança de Myanmar mataram pelo menos 20 manifestantes este sábado, segundo fontes da BBC.

Segundo testemunhas, os confrontos ocorreram no dia em que as forças armadas organizam a parada anual.

Imagens obtidas pela agência AFP mostram várias detenções em Myeik, no sul do país.

Segundo informações locais, pelo menos três pessoas teriam morrido na sexta-feira em resultado dos confrontos.

Na quinta-feira, os Estados Unidos e a Grã-Bretanha anunciaram sanções contra dois conglomerados sob controlo dos militares e que abrangem vários setores de atividade.

"A Enviada especial da ONU afirma que assegurar a paz e a defesa das pessoas é resposnabilidade dos militares mas em Myanmar os miltares viraram-se contra os cidadãos. Mulheres, jovens e crianças contam-se entre os mortos. A enviada especial apela à libertação de todos os detidos incluindo o presidente U Win Myint e a conselheira de estado Daw Aung San Suu Kyi", adiantou o vice porta-voz do Secretário-geral da ONU, Farhan Haq.

O vice ministro russo da defesa Alexander Fomin prestou uma visita ao país e já se reuniu com o comandante em chefe das forças armadas, Min Aung Hlaing.