EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

OPEP mantém níveis de produção de petróleo

Poço de petróleo
Poço de petróleo Direitos de autor Eric Gay/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Eric Gay/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Neusa SilvaJoão Peseiro Monteiro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados decidiram prolongar por mais três meses os atuais níveis de produção. Angola sublinhou a importância da estabilidade do mercado para os produtores africanos.

PUBLICIDADE

A OPEP vai manter os níveis de produção de petróleo decididos em dezembro. Os ministros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e os aliados do cartel concordaram esta quinta-feira em manter o ajuste dos níveis de produção para maio, junho e julho, ou seja não deverá ultrapassar os 500 mil barris por dia

A Arábia Saudita vai manter, pelo terceiro mês consecutivo, o corte voluntário na produção de 1 milhão de barris por dia. Uma iniciativa que os restantes países classificaram como “nobre e uma abordagem política prudente”

Para o ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás de Angola, Diamantino de Azevedo, a perspetiva para a indústria do Petróleo é, atualmente, "bem mais positiva graças", em grande parte, "ao esforço determinado [do cartel e aliados] para estabilizar o mercado global de petróleo e providenciar uma plataforma para a recuperação económica."

O presidente em exercício da organização sublinhou, também, que, do ponto de vista africano, os "países produtores precisam de uma estabilidade sustentada do mercado que permita à indústria crescer e assim apoiar a resiliência das economias africanas."

Desde abril de 2020 os países produtores retiraram do mercado cerca de 2,6 milhões de barris de petróleo

A OPEP considera que o corte contribuiu significativamente para acelerar o reequilíbrio do mercado, permitindo que o preço do petróleo subisse acima dos 70 dólares por barril em março, como registado antes da pandemia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

OPEP+ protagoniza aumento mínimo de produção de petróleo

Justiça norte-americana rejeita ação contra o governo angolano

Preço do ouro bate recorde: 2111 dólares a onça