Última hora
This content is not available in your region

Protestos contra as restrições da COVID-19

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Protestos contra as restrições da COVID-19
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Manifestantes contra as restrições para conter a disseminação da COVID-19 saíram às ruas da capital da Roménia, Bucareste, no sábado, pelo sétimo dia. As novas medidas incluem um recolher às 20h nas zonas mais afetadas. Na semana passada, a Roménia registou o maior número de pacientes em unidades de cuidados intensivos .

Protestos semelhantes contra o bloqueio em St. Gallen, na Suíça, mas mais violentos. A polícia foi atacada e respondeu com balas de borracha e gás lacrimogéneo - 19 pessoas foram detidas durante a manifestação organizada nas redes sociais que atraiu centenas de jovens.

Protestos muito mais pacíficos, mas em maior dimensão em Stuttgart. Milhares de alemães de todo o país, reuniram-se para expressar o desagrado em relação às restrições relacionadas com pandemia.

O movimento "Querdenker" ou "Anti-Conformista" que convocou a manifestação organizou alguns dos maiores comícios na Alemanha desde o início da crise sanitária.

Em Paris, jovens artistas fizeram uma demonstração em topless em frente ao Ministério da Cultura de França. Pessoas insatisfeitas com o prolongado encerramento dos espaços culturais que querem ver a oferta cultural de volta.