Última hora
This content is not available in your region

Crianças armadas contra o narcotráfico

De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Crianças armadas contra o narcotráfico
Direitos de autor  frame
Tamanho do texto Aa Aa

Um grito de ajuda de arma na mão. A aldeia de Ayahualtempa, no sudoeste do México, pegou nas armas para se defender dos narcotraficantes que dominam a região e nem os mais novos escapam. Os locais queixam-se de abandono por parte das autoridades, apesar do próprio presidente mexicano, Andrés Obrador, ter classificado de "vergonhosas" as primeiras imagens de crianças armadas que vieram a público.

Desde 2019 já foram assassinadas nove pessoas na aldeia com menos de um milhar de habitantes, uma estratégia de intimidação para a população abandonar as tradicionais colheitas de milho e feijão em benefício do ópio.

Os habitantes locais admitem que o treino armado de crianças se trata de uma forma de chamar a atenção das autoridades para o problema mas sublinham que também é importante ensiná-las a defender-se dos narcotraficantes.