EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Alemanha recebe materiais tóxicos do porto de Beirute

Alemanha recebe materiais tóxicos do porto de Beirute
Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Empresa alemã responsável pela remoção e destruição dos materiais tóxicos e inflamáveis que se encontravam no porto destruído por explosão em agosto

PUBLICIDADE

Os materiais tóxicos e altamente inflamáveis que se encontravam há anos no porto de Beirute já começaram a desaparecer. A limpeza está a cargo de uma empresa alemã, que enviou este fim de semana 59 contentores de materiais perigosos para serem destruídos na Alemanha. O restante será destruído no local de forma segura e amiga do ambiente.

De acordo com o Embaixador alemão no Líbano, este foi apenas o primeiro passo para a limpeza do porto e ainda há muito trabalho pela frente. Andreas Kindl disse esperar uma cooperação total entre o futuro governo do país e a comunidade internacional para poderem seguir em frente rapidamente.

O porto do Beirute ficou destruído a 4 de agosto do ano passado na sequência de uma explosão gigantesca, causada por mais de 2500 toneladas de nitrato de amónio armazenadas indevidamente. Mais de duas centenas de pessoas perderam a vida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Explosão em Beirute roubou a filha de três anos a um casal

Peritos internacionais investigam explosões em Beirute

Beirute procura desaparecidos e começa a limpar os escombros