Última hora
This content is not available in your region

Mykonos garante férias seguras

euronews_icons_loading
Mykonos garante férias seguras
Direitos de autor  Thanassis Stavrakis/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O turismo é a indústria mais importante da Grécia e os turistas já começaram a chegar a Mykonos, uma das ilhas mais conhecidas e populares do país.

Os bares e os restaurantes podem funcionar até às 00h15 sem música, porque ainda existe um recolher obrigatório, e os visitantes são recebidos com todos os cuidados.

Nikos Loizos, proprietário de um dos restaurantes da ilha, sublinha que todas as medidas de protecão contra a pandemia estão em vigor e que até ao final de maio os funcionários do setor da restauração estarão vacinados.

Ao mesmo tempo que os habitantes locais e os empresários se preparam para receber turistas de todo o mundo, no centro médico da ilha continua a vacinação em massa dos residentes. Os médicos têm a experiência necessária para lidar com casos de covid-19 e para acelerar o plano de vacinação o país conta agora com a vacina de dose única da Johnson & Johnson. “O centro médico pode vacinar entre 240 e 250 pessoas diariamente, e 6.500 pessoas num mês", conta Dina Sampsouni, diretora do Centro Médico de Mykonos.

Os turistas são obrigados a cumprir as medidas em vigor na Grécia para conter a pandemia: máscaras, distanciamento e recolher obrigatório. Konstantinos Koukas, autarca de Mykonos, diz que as medidas "não permitem uma estadia totalmente relaxante" porque existem mascaras, distâncias entre mesas e espreguiçadeiras, e ausência de música. “Mas existe uma lógica por detrás destas medidas e estou certo de que gradualmente elas serão levantadas e a música voltará aos bares”, defende o autarca.