Última hora
This content is not available in your region

Busto de George Floyd inaugurado no feriado pelo Fim da Escravatura

De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Monumento pelas "vidas negras" inaugurado em Brooklyn
Monumento pelas "vidas negras" inaugurado em Brooklyn   -   Direitos de autor  Ed JONES / AFP
Tamanho do texto Aa Aa

George Floyd vai continuar a inspirar o respeito pelas “vidas negras" em Brooklyn, onde foi inaugurada este sábado uma estátua de 1,80 metro de altura com o busto do cidadão norte-americano morto sob o joelho de um polícia em maio do ano passado, em Minneapolis.

A inauguração inseriu-se nas celebrações do "Juneteenth", o simbólico feriado regional pelo fim da escravatura nos Estados unidos, que tem mais de 100 anos e agora foi tornado nacional depois de o Presidente Joe Biden ter ratificado a alteração federal.

A data coincide com o dia 19 de junho de 1865 em que foi decretada a Ordem Geral N.° 3 no estado do Texas, afirmando que a partir de então todos os escravos passavam a ser pessoas livres.

As expressões anglófonas para "junho" ("june") e "dezanove" ("nineteenth"), aglutinaram-se para batizar a celebração desta data como "Junteenth".

Deputada municipal em Nova Iorque e conhecida ativista local pelos direitos humanos, Farah Louis afirmou que a nova estátua "transmite a força e a dignidade de George Floyd".

"Espero que inspire os eleitores, os residentes e quem por ela passar a manter a mobilização, a marchar e a educar para uma mudança ativa. Não podíamos fazer melhor pelo George Floyd do que homenageá-lo em pleno ‘Juneteenth’ e em todos os dias daqui para a frente", acrescentou Farah Louis.

Em Washington, a celebração do dia da emancipação dos escravos decorreu na nova Praça “Black Lives Matter” (tr.: "Vidas Negras importam").

O local onde no ano passado aconteceram diversos protestos contra a ação da polícia de Minneapolis na morte de Floyd foi rebatizado com o nome do movimento antirracista norte-americano e agora tornou-se num dos muitos palcos da celebração deste novo feriado nacional pelo fim da escravatura nos Estados Unidos.