Última hora
This content is not available in your region

SADC disponibiliza dez milhões de euros para luta contra o terrorismo em Moçambique

De  Neusa Silva
euronews_icons_loading
Arquivo- Militares do exército moçambicano a patrulhar as ruas de Palma, Moçambique
Arquivo- Militares do exército moçambicano a patrulhar as ruas de Palma, Moçambique   -   Direitos de autor  JOAO RELVAS/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

Dez milhões de euros é o valor global que os países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) deverão disponibilizar para viabilizar o destacamento da força conjunta regional a para apoiar Moçambique na luta contra o terrorismo

No final da reunião virtual desta segunda-feira, o Ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, adiantou que fonte de financiamento da força conjunta será primeiro o fundo de contingência e as contribuições dos Estados Membros que vão participar com efetivos, que também têm uma contribuição de sete milhões de dólares a ser repartida pelos estados-membros

Os ministros dos negócios estrangeiros da SADC definiram também que até nove de julho do presente ano todos os países que integram a organização deverão remeter as suas contribuições.

De acordo com o estipulado na última reunião de chefes de estado e de governo da SADC, os países da região deverão apoiar a luta contra o terrorismo em Cabo Delgado de duas formas. A primeira que ficou definida esta segunda-feira, que é a modalidade orçamental, e a segunda vai ser definida na reunião que acontece de 30 de Junho a 2 de Julho.

Nesta reunião será definida a capacidade militar ou meios que cada um dos países da região deverá enviar para Moçambique.