EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Cimeira da SADC: João Lourenço pede contribuições para o "reforço da integração regional”

Presidente de Angola, João Lourenço, na abertura da Cimeira da SADC, em Luanda
Presidente de Angola, João Lourenço, na abertura da Cimeira da SADC, em Luanda Direitos de autor AMPE ROGERIO/ 2023 LUSA - LUSA, S.A.
Direitos de autor AMPE ROGERIO/ 2023 LUSA - LUSA, S.A.
De  Nara Madeira com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente de Angola assume presidência rotativa da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral e pede contribuições para o "reforço da integração regional”.

PUBLICIDADE

O Presidente de Angola é o anfitrião da 43ª cimeira de chefes de Estado e de Governos da  Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, que arrancou em Luanda esta quinta-feira. 

O lema do evento é "Capital Humano e Financeiro: Os principais Fatores para a Industrialização Sustentável da Região da SADC". Na cimeira são debatidas questões que se consideram de relevo para a "organização, funcionamento e crescimento da SADC", como explicava João Lourenço. 

João Lourenço, que assumiu a presidência rotativa da SADC, lançava um desafio aos seus pares, durante a cerimónia de abertura: pedia uma ampla reflexão sobre as questões que afetam o referido organismo e os seus países e que se parta daí para a tomada de "decisões que contribuam para o seu crescimento e reforço da integração regional".

É (...) importante que, durante os trabalhos, possamos aproveitar a experiência de cada Estado-membro e colhermos os melhores contributos para o êxito que se pretende da nossa cimeira.
João Lourenço
Presidente de Angola

É a terceira vez que Angola organiza o evento mais importante da SADC. O que, para o chefe de Estado, representa "o claro reconhecimento dos Estados-membros" do "visível compromisso" de Angola "com as causas mais importantes da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral”. 

Presentes no encontro estão também os presidentes de Moçambique, República Democrática do Congo, Zimbabué, Namíbia, Zâmbia, Malaui, África do Sul, Botsuana, e representantes dos Governos dos restantes sete Estados-membros (Comores, Lesoto, Madagáscar, Maurícias, Essuatíni, Seicheles, Tanzânia).

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

SADC disponibiliza dez milhões de euros para luta contra o terrorismo em Moçambique

África Austral aposta na Industrialização

Pelo menos 98 mortos em naufrágio de barco de pesca em Moçambique