Última hora
This content is not available in your region

O "homem perfeito" de Maria Schrader

De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Maria Schrader na apresentação do filme na Berlinale
Maria Schrader na apresentação do filme na Berlinale   -   Direitos de autor  AXEL SCHMIDT / POOL / AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Uma cientista a precisar de fundos para trabalhar, um robô programado para agradar, uma experiência. Esta é a base de "I'm Your Man" ("Sou o Teu Homem", em tradução literal não oficial), o novo filme da realizadora alemã Maria Schrader.

"Tom" tem olhos azuis, um sotaque britânico pronunciado no idioma alemão e parece ser simplesmente o homem perfeito, não fosse antes um robô, programado para agradar a "Alma".

Para financiar o seu próprio trabalho, "Alma" aceita participar numa experiência: viver durante três semanas com um humanóide programado para a satisfazer. Em tudo.

"Será possível, enquanto seres humanos, iniciarmos uma relação com alguém que é diferente e que é melhor que nós em tudo? Será possível termos uma relação com um ser inanimado, que não existe para nada mais do que fazer-nos felizes e que, de facto, é um humano 2.0? E que, mesmo assim, até é melhor pessoa e mais civilizado que qualquer um de nós? O 'Tom' devia ser agraciado com direitos humanos", considera a realizadora de "I'm Your Man".

De acordo com algumas estatísticas, 93% das mulheres alemãs sonham com um parceiro que lhes limpe e arrume a casa.

O ator que veste a pele de "Tom", Dan Stevens, conta-nos um pouco do processo do personagem que procura "aprender a agir como um humano". "Torna-se cada vez mais humano. De início, é um robô, mas no final ele já se parece mais com um verdadeiro homem", diz-nos.

Um verdadeiro homem que de tão perfeito vai alterar o desafio de "Alma".

“I’m Your Man” teve estreia mundial em maio, num festival na Austrália, foi apresentado já este mês no Festival Internacional de Berlim, o Berlinale, e esta semana entra no circuito comercial exatamente na Alemanha.