Última hora
This content is not available in your region

Berlim abre museu dedicado ao drama dos refugiados alemães

De  euronews
euronews_icons_loading
Berlim abre museu dedicado ao drama dos refugiados alemães
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

O drama dos refugiados é uma realidade demasiado presente nos dias que correm e a Alemanha tem os braços abertos para quem é obrigado a fugir. Em tempos foram os alemães a fazê-lo, e são esses alemães o destaque do mais recente museu de Berlim, mais concretamente os 14 milhões que tiveram de abandonar a Europa de Leste na sequência da II Guerra Mundial.

Gundula Bavendamm, diretora do Museu, destaca que este museu "toca num conflito moral na imagem que os alemães têm deles próprios", uma vez que a sua "consciência histórica foi moldada para serem criminosos ou vítimas e ver tudo em branco ou preto, tendo por vezes dificuldades em ver os cinzentos."

O projeto de 65 milhões de euros não deixa de estar associado a uma certa controvérsia, uma vez que o drama dos refugiados alemães nasceu na sequência de uma guerra que eles próprios iniciaram.