This content is not available in your region

Radicais tentam impedir manifestação LGBT em Tbilissi

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa  com AP / EFE
euronews_icons_loading
Tbilissi, Geórgia
Tbilissi, Geórgia   -   Direitos de autor  VANO SHLAMOV/AFP or licensors

A capital da Geórgia, Tbilissi, foi palco de confrontos entre a polícia e grupos radicais que tentaram perturbar uma manifestação pacífica organizada por defensores dos direitos da comunidade LGBT em frente ao Parlamento.

Vários militantes de extrema-direita foram detidos durante os distúrbios desta terça-feira à noite.

Na véspera, elementos dos mesmos grupos já tinham impedido a organização de uma marcha do Orgulho Gay na capital georgiana, bloqueando a principal avenida da cidade e agredindo várias dezenas de jornalistas que cobriam o evento.

Em reação, centenas de ativistas juntaram-se a membros da comunidade LGBT para condenar a violência, em frente à Assembleia georgiana, e defender a liberdade de expressão, criticando nomeadamente o primeiro-ministro Irakli Garinashvili, que se tinha manifestado contra a organização da marcha na segunda-feira.