Última hora
This content is not available in your region

Jogos Olímpicos sob estado de emergência e sem público

De  Euronews
euronews_icons_loading
Jogos Olímpicos sob estado de emergência e sem público
Direitos de autor  Shinji Kita/AP
Tamanho do texto Aa Aa

É sob estado de emergência, fortes medidas restritivas e sem público a assistir que vão decorrer os Jogos Olímpicos.

Face ao aumento dos casos de Covid-19, o primeiro-ministro japonês tinha anunciado mais um estado de emergência em Tóquio, que vai manter-se até 22 de agosto, ou seja, durante o decorrer dos jogos.

Horas mais tarde, era anunciado o que se temia: o público não terá acesso aos recintos dos jogos em Tóquio.

A decisão foi anunciada após a chegada à capital nipónica do presidente do Comité Olímpico Internacional. Thomas Bach chegou duas semanas antes do início dos jogos e está a cumprir quarentena.

Esta é uma olimpíada muito particular. Nem o adiamento dos jogos por um ano evitou que lhe fossem negadas a presença do público, a confraternização e a alegria que carateriza a festa do desporto por excelência.

A delegação britânica chegou esta quinta-feira para iniciar a quarentena.

A delegação do Uganda já treina no Japão ocidental depois de completar a quarentena. Dois dos elementos da comitiva testaram positivo; um à chegada ao aeroporto de Narita, outro num transfer de hotel, o que obrigou todos a permanecerem isolados durante um período mais longo num hotel.

A delegação britânica chegou esta quinta-feira para iniciar a quarentena.

A delegação do Uganda já treina no Japão ocidental depois de completar a quarentena. Dois dos elementos da comitiva testaram positivo; um à chegada ao aeroporto de Narita, outro num transfer de hotel, o que obrigou todos a permanecerem isolados durante um período mais longo num hotel.