EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Suécia endurece lei da imigração

Suécia endurece lei da imigração
Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Já entrou em vigor a nova lei da imigração na Suécia. Um diploma que endurece as regras e acaba com o princípio da permanência ilimitada no país.

PUBLICIDADE

Apesar dos protestos, a nova lei de imigração entrou em vigor na Suécia. Com o novo diploma, a autorização de residência limitada torna-se a regra.

Quem quiser permanecer na Suécia tem de ter vivido no país pelo menos durante três anos e ser capaz de provar, entre outras coisas, que pode sustentar-se a si próprio.

Os familiares também terão um direito de residência limitado e deve ser previsto pela pessoa que já vive na Suécia.

A conselheiro especial da Agência Sueca para a Migração, Anna Lindblad, diz que "não se tornou mais difícil obter asilo na Suécia, porque estas regras são determinadas por leis da UE e tratados da ONU, mas as autorizações de residência estão a ficar mais curtas".

O parlamento sueco confirmou assim uma regra temporária que estava em vigor desde 2016, na sequência da crise dos refugiados de 2015.

Até então, a Suécia tinha uma política de refugiados muito liberal. A regra era a duração ilimitada da estadia.

A nova lei é uma tentativa de travar a popularidade crescente do partido anti-imigração "Democratas da Suécia" e é vista como uma vitória para os partidos populistas que têm vindo a ganhar terreno não só na Suécia como nos outros países da região.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Reino Unido endurece legislação contra migrantes clandestinos

Da Grécia até ao coração da Europa

O futuro da Europa: dos combustíveis fósseis à dependência dos metais?