Última hora
This content is not available in your region

Turismo em Marrocos dá sinais de recuperação

De  euronews
euronews_icons_loading
Turismo em Marrocos dá sinais de recuperação
Direitos de autor  Ap
Tamanho do texto Aa Aa

O setor do turismo em Marrocos encontra-se em recuperação.

A reabertura parcial das ligações aéreas no mês passado abriu as portas do país ao turismo internacional.

É o caso deste turista canadiano.

"Não há nada de diferente do que eu já fazia no meu país, por isso não é um problema. Infelizmente, estas são as medidas que somos forçados a tomar contra a pandemia, utilizar máscara, mas não há alternativa", adianta Pascal Greco.

Medidas de prevenção como envergar máscara e desinfetar as mãos já se tornaram parte do quotidiano e são medidas obrigatórias nos estabelecimentos turísticos e não só.

"Estamos satisfeitos em como o hotel leva isto a sério logo à entrada, juntamente com máscara. Nós estamos vacinados mas estamos conscientes de nem toda a gente está por isso é bom que se tomem precauções", afirma Jyl Savoie, um turista norte-americano.

Para a indústria turística marroquina, os sinais são encorajadores.

A taxa de ocupação de um dos principais hotéis em Marraquexe ronda os 62%, destes 12% são turistas estrangeiros.

"Sentimos uma pequena recuperação, não uma recuperação total. O vírus da Covid-19 ainda não desapareceu, hoje sabemos que o futuro pode ser melhor se a situação da pandemia não se agravar", afirma Rachid Oubassou, do departamento de vendas e marketing do Hotel Raddisson Blu.

Mesmo assim e apesar de todas as medidas, o número de infetados com Covid-19 tem vindo a aumentar em Marrocos. A meio de julho as autoridades registavam cerca de 2 100 infeções.

De recordar que o Ministério espanhol do Interior prolongou o encerramento da fronteira terrestre em Ceuta e Melilla com Marrocos até ao final do mês.