Última hora
This content is not available in your region

Grupo detido em Itália por pesca ilegal de marisco

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Grupo detido em Itália por pesca ilegal de marisco
Direitos de autor  Guardia Costiera
Tamanho do texto Aa Aa

A guarda costeira italiana prendeu 18 pessoas por pesca ilegal de mexilhão. As autoridades falam numa organização criminosa que causou “um desastre ambiental” numa zona de costa protegida no sul de Nápoles.

As detenções são o resultado de uma investigação de três anos a este grupo, acusado de apanhar esta espécie protegida de moluscos, entre 2016 e 2020. A atividade é ilegal no país desde 1998.

Segundo a acusação, o grupo destruiu sistematicamente rochas e recifes para extrair os mexilhões, esmagando as formações calcárias com martelos. No mercado negro, o marisco pode ser vendido por até 200 euros o quilo.

De acordo com o comunicado da Guarda Costeira, foram também efetuadas várias apreensões, incluindo equipamentos para a colheita e armazenamento de mexilhão, equipamento de mergulho, dezenas de telemóveis e mais de 18 mil euros em dinheiro.