EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Steinmeier: "Liberdade e democracia precisam de empenho e paixão"

Muro de Berlim
Muro de Berlim Direitos de autor Michael Sohn/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Michael Sohn/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No aniversário da construção do Muro de Berlim, o presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, lembrou a importância da liberdade e democracia

PUBLICIDADE

A Alemanha assinala o 60° aniversário da construção do Muro de Berlim e o presidente aproveita a ocasião para recordar aos alemães e ao mundo que os valores da liberdade e democracia não podem esmorecer.

A repórter da Euronews, Kate Brady, acompanhou as cerimónias, na capital alemã:

"A construção do Muro de Berlim marcou um "dia fatídico para nós alemães e para o mundo" disse o presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, nas comemorações que marcaram a construção do Muro. Faz hoje 60 anos que a construção começou, inicialmente com arame farpado. Aqui em Bernauer Strasse, as janelas foram rapidamente tapadas. Atrás de mim também se pode ver a fotografia do famoso "Salto para a liberdade", quando o polícia de fronteira da RDA, Conrad Schumann, saltou o arame farpado para chegar ao ocidente, a 15 de agosto.

Mas recordar o Muro de Berlim não deve ser apenas olhar para trás, disse Steinmeier.

A liberdade e a democracia precisam de "empenho e paixão decisivos", afirmou, acrescentando: "Isso começa com a participação em eleições democráticas", num apelo claro aos eleitores aqui presentes antes das eleições legislativas de 26 de setembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento alemão debate violência no país e condena ataque contra Robert Fico

Borrell compara destruição em Gaza com danos causados nas cidades alemãs na Segunda Guerra Mundial

Três alemães detidos por suspeitas de espiarem para a China