Última hora
This content is not available in your region

Ex-chefe do Exército de Libertação do Kosovo julgado em Haia

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa com AFP / EFE
euronews_icons_loading
Salih Mustafa no Tribunal Especial para o Kosovo, em Haia
Salih Mustafa no Tribunal Especial para o Kosovo, em Haia   -   Direitos de autor  ROBIN VAN LONKHUIJSEN/AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Começou esta quarta-feira, em Haia, o julgamento de Salih Mustafa, antigo comandante da guerrilha independentista albanesa e primeiro acusado a comparecer perante o Tribunal Especial para o Kosovo, criado em 2015.

Na abertura do processo, o ex-chefe do Exército de Libertação do Kosovo comparou o tribunal especial à Gestapo, a polícia secreta do regime nazi, e rejeitou as acusações de detenção arbitrária, tratamento cruel, tortura e homicídio de compatriotas suspeitos de colaborar com as forças sérvias em 1999, durante a guerra pela independência kosovar.

Mustafa comandava uma unidade com mais de 500 combatentes do Exército de Libertação do Kosovo que tinha como base de operações uma área montanhosa a 20 quilómetros de Pristina.

Ex-presidente do Kovoso também será julgado

Entre outros ex-comandantes rebeldes em detenção e à espera de ser julgados pelo tribunal especial, encontra-se o antigo presidente do Kosovo, Hashim Thaci, acusado de crimes de guerra e contra a humanidade.

Thaci demitiu-se no ano passado para se defender das acusações de que é alvo em Haia.