SPD de Olaf Scholz à frente na Alemanha

SPD de Olaf Scholz à frente na Alemanha
Direitos de autor Oliver Dietze/(c) Copyright 2021, dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten
Direitos de autor Oliver Dietze/(c) Copyright 2021, dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten
De  Euronews com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

As projeções colocam os sociais-democratas em vantagem. O SPD consegue entre 24,9% e 25,8% dos votos e a aliança conservadora CDU-CSU fica em segundo lugar com 24,2% e 24,7%

PUBLICIDADE

(em atualização)

Este domingo vai ficar na história política da Alemanha, com a saída de Angela Merkel depois de 16 anos no poder.

Segundo as projeções à boca das urnas, o SPD, de Olaf Scholz parte com vantagem nesta noite eleitoral (26%), seguido pelos conservadores da CDU/CSU (24%) e pelos Verdes (14,5%).

As sondagens não davam mais de 30% a nenhum dos partidos, prevendo um empate técnico entre as duas forças que governaram a Alemanha desde o fim da Segunda Guerra Mundial: a CDU, democrata-cristã, e o SPD, social-democrata, atualmente em coligação no governo.

A grande coligação entre os dois principais partidos é uma das soluções possíveis, mas os Verdes terão também uma palavra importante a dizer e podem mesmo vir a ser o parceiro de coligação privilegiado, em caso de vitória do SPD. A força ecologista liderada por Annalena Baerbock deve ter a maior votação de sempre, com as sondagens a dar-lhe cerca de 17%.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

SPD quer começar as conversações

Líder regional do partido de extrema-direita AfD é julgado por utilizar símbolos nazis

Polícia alemã deteve dois homens suspeitos de serem espiões russos