Última hora
This content is not available in your region

Força especial K-FOR controla fronteira com a Sérvia

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Militares americanos da K-FOR patrulham fronteira de Jarinje
Militares americanos da K-FOR patrulham fronteira de Jarinje   -   Direitos de autor  AP Photo/Visar Kryeziu
Tamanho do texto Aa Aa

A força especial liderada pela NATO no Kosovo, a K-FOR, assumiu este sábado o controlo do posto de fronteira de Jarinje, que divide aquele país da Sérvia.

Nas últimas duas semanas, a tensão tinha vindo a subir naquela divisão administrativa dos balcãs e de parte a parte tinham sido levantados bloqueios.

Primeiro, pelo Kosovo, que proibiu a entrada no país a veículos com matrícula sérvia, refletindo uma medida em prática há alguns anos no sentido inverso. A polícia kosovar foi mobilizada para impor a proibição.

Em resposta, a Sérvia deslocou para região fronteiriça veículos blindados e sobrevoou a região com aviões de combate, numa clara manifestação de força.

Para tentar refrear a tensão, a União Europeia conseguiu mediar na quinta-feira um acordo entre as partes, mas os sérvios kosovares levantaram barricadas para cortar o trânsito junto à fronteira.

O Kosovo comprometeu-se a retirar este sábado o contingente policial e os sérvios kosovares a levantar as barricadas, abrindo espaço à K-FOR para controlar a fronteira e evitar eventuais confrontos.

"Valeu a pena o acordo que conseguimos concluir", assumiu o primeiro-ministro adjunto do Kosovo.

Bislim Bislimi considera que as tréguas vão ter "um impacto positivo, não só para o Kosovo, mas para toda a região", expresso o desejo de que este acordo venha a "preparar o caminho para uma solução sustentável, retirando as barreiras existentes na livre circulação".

"Paradoxalmente, somos os dos únicos países com regimes especiais para a livre circulação, que nada têm a ver com as normas europeias e as melhores práticas, que devem ser a nossa orientação principal no caminho para a União Europeia", afirmou o governante kosovar.

A Sérvia também disse ter conseguido um bom acordo em Bruxelas.

Os dois países mantém um atrito desde a independência do Kosovo em 2008, após uma sangrenta guerra entre a independentista maioria albanesa kosovar e Sérvia. A tensão é quase permanente na fronteira.

O acordo agora alcançado em Bruxelas permite o controlo da fronteira pela K-FOR durante pelo menos duas semanas, garantindo uma livre e segura circulação para todas as comunidades residentes no Kosovo.

Ambos os países comprometeram-se a colocar adesivos sobre os símbolos nacionais nas matrículas dos veículos de ambos os países.

A circulação foi retomada gradualmente na fronteira de Jarinje, com a travessia dos camiões ali bloqueados devido à recente imposição kosovar.