Última hora
This content is not available in your region

Pandora Papers revelam segredos financeiros de políticos e estrelas

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Pandora Papers revelam segredos financeiros de políticos e estrelas
Direitos de autor  کانوا
Tamanho do texto Aa Aa

É o mais recente trabalho do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação. Os Pandora Papers revelam segredos financeiros de 35 chefes de Estado, atuais e antigos, e de mais de 330 políticos e funcionários públicos, de 91 países e territórios. O consórcio teve acesso a dados confidenciais de catorze empresas especializadas em paraísos fiscais.

Entre os nomes referidos na investigação estão o rei Abdullah II da Jordânia, o primeiro-ministro da República Checa, Andrej Babis, e o Presidente do Equador, Guillermo Lasso e o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair

Segundo o jornal Expresso, que faz parte do consórcio, há três portugueses mencionados nos ficheiros: os antigos ministros Nuno Morais Sarmento e Manuel Pinho e o advogado e antigo deputado socialista Vitalino Canas.

Mas não há só nomes de políticos nos Pandora Papers. Há também famosos do mundo das artes ou do futebol que recorreram a empresas offshore para guardar fortunas. O cantor Julio Iglesias e o treinador do Manchester City, Pep Guardiola, são dois dos espanhóis mencionados. Guardiola regularizou dinheiro não declarado com amnistia de Rajoy.

A cantora colombiana Shakira terá recorrido a escritórios especializados em negócios offshore, mas garante que foi só por "motivos operacionais".