Última hora
This content is not available in your region

O regresso do Festival Internacional de Cinema de Tashkent

euronews_icons_loading
O regresso do Festival Internacional de Cinema de Tashkent
Direitos de autor  euronews
De  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O Festival Internacional de Cinema de Tashkent está de volta após um interregno de 24 anos.

Atores e realizadores de vários países desfilaram no tapete vermelho, na capital do Uzbequistão. O programa incluiu uma competição centrada no trabalho de jovens cineastas. "O cinema no Uzbequistão tem cem anos, era o momento de dar espaço aos jovens!", disse à euronews, o realizador francês Luc Besson.

Todas os curtas-metragens em competição foram filmadas no Uzbequistão em apenas cinco dias. O Grande Prémio foi atribuído ao filme “Na rota da seda” de Sherzod Nazarov. "Foi importante para nós participar neste festival de cinema para ver o trabalho dos nossos colegas, de países como Quirguistão, o Tadjiquistão, a Espanha. Tornámo-nos amigos, e isso é o mais importante”, afirmou Sherzod Nazarov.

Madina Makhmudova arrecadou o prémio de melhor atriz, no filme do realizador uzbeque Saidalokhan Masudkhanov, que venceu o prémio especial do júri. "O título do nosso filme é 'Objetiva' ou 'A lente'. Seguimos a personagem principal através do olho de uma máquina fotográfica. É um filme sobre o amor. Tentámos fazer uma experiência e penso que fomos bem sucedidos", afirmou Saidalokhan Masudkhanov.

euronews
Saidalokhan Masudkhanov, Vencedor do Prémio do Júrieuronews

Festival quer estimular inovação cinematográfica na Ásia Central

O objetivo do festival é favorecer a criação de um centro regional de inovação cinematográfica na Ásia Central. Este ano, o evento recebeu cerca de 350 realizadores de mais de 40 países.

“O nosso objetivo é consolidar os esforços dos cineastas de todo o mundo e criar uma plataforma poderosa para discutir boas ideias e realizar projetos, à margem do festival de cinema. Esses projetos poderão dar, obviamente, um novo impulso à indústria cinematográfica uzbeque", sublinhou Firdavs Abduxoliqov, presidente do Festival Internacional de Cinema de Tashkent.

euronews
Anna Gudkova, produtora de cinemaeuronews

A história do festival lançado em 1968

Após o lançamento em 1968, durante vários anos, o Festival Internacional de Cinema de Tashkent foi um fórum para cineastas da Ásia, África e América Latina. Houve uma longa interrupção em 1997 e, este ano, o presidente do país decidiu relançar o evento.

No âmbito do festival foram organizados uma série de cursos e master classes para jovens realizadores. “Os jovens cineastas podem adquirir muitos conhecimentos práticos aqui, como fazer um primeiro filme, quais são as inovações do setor, como funciona a indústria cinematográfica na era das plataformas online e do desenvolvimento da Internet. Cada tema dá-nos muita informação, é muito útil, e, o mais importante, cria oportunidades para encontrar pessoas, o que, de facto, é um dos aspetos fundamentais desta profissão”, disse à euronews Anna Gudkova, produtora de cinema.

O Festival Internacional de Cinema de Tashkent pretende tornar-se num evento anual. Está prevista uma nova edição em 2022.