Quarta vaga de covid-19 deixa Leste europeu em situação crítica

Quarta vaga de covid-19 deixa Leste europeu em situação crítica
Direitos de autor Denis Kaminev/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Roménia, Letónia e Rússia debatem-se com um aumento do número de contágios. Autoridades sanitárias finlandesas desaconselham a administração da vacina da Moderna a homens até aos 30 anos.

A quarta vaga de covid-19 está atingir a Roménia, que, esta quarta-feira, registou 15 mil novos casos de infeção e 331 mortes devido à doença, o número mais elevado desde o início da pandemia.

PUBLICIDADE

A esmagadora maioria dos doentes não estava vacinada. Entre os restantes, condições preexistentes determinaram os óbitos.

Nos hospitais, as ambulâncias fazem fila de espera. As unidades de cuidados intensivos estão cheias e alguns doentes são tratados nos corredores.

Letónia

Também da Letónia alerta vermelho, com o sistema nacional de saúde em estado de emergência.

Desta forma, as instituições médicas têm uma maior liberdade na gestão de recursos, podendo, por exemplo chamar trabalhadores de licença.

As consultas marcadas estão já a sofrer atrasos, mantêm-se alguns serviços como os de oncologia, hematologia, ou transplantação.

Rússia

Esta quinta-feira, a Rússia registou 27 550 novos contágios de coronavírus, em 24 horas, o maior aumento do número de infecções no país desde 31 de dezembro.

O fenómeno é mais evidente nas cidades de Moscovo (5 404 casos), São Petersburgo (2 418 casos). e na Região de Moscovo (1 454 casos).

Pelo segundo dia consecutivo, após o registo de 924 mortes, esta quinta-feira, as autoridades russas contabilizaram mais de 900 óbitos relacionados com a covid-19.

Finlândia

O Instituto Finlandês de Saúde e Bem-Estar (THL) desaconselhou a administração da vacina contra o coronavírus da Moderna a homens até aos 30 anos.

De acordo com a agência governamental, com esta vacina há um risco ligeiramente superior de os homens mais jovens desenvolverem miocardite, isto é, uma inflamação do coração que pode reduzir a capacidade do coração bombear sangue e levar a anomalias nos ritmos cardíacos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Surtos de covid-19 no Leste da Europa

Fim dos testes gratuitos à Covid-19 na Alemanha e França

"Covid longa" já tem definição clínica