Primeiro-ministro norueguês visita local do ataque

Primeiro-ministro norueguês visita local do ataque
Direitos de autor Terje Bendiksby/Terje Bendiksby / NTB
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Jonas Gahr Store foi eleito no dia anterior ao atentado que fez cinco vítimas mortais

PUBLICIDADE

Eleito há dois dias como Primeiro-ministro da Noruega, Jonas Gahr Store visitou a cidade de Kongsberg, onde aconteceu o ataque, para deixar flores às vítimas.

O chefe de Governo fala de "um ato chocante, de norte a sul do país". 

O ataque terrorista aconteceu esta quarta feira. Espen Andersen Brathen, 37 anos, dinamarquês,  matou com um arco e flechas cinco pessoas. Deixou feridas duas. Declarou-se culpado depois de apanhado pela polícia. Agora, está em prisão preventiva e em avaliação psiquiátrica. A polícia diz que "só depois de perceber o estado de saúde mental" do autor do crime é que pode interrogá-lo.

O crime chocou a cidade. Svean Westad conhecia umas das pessoas que perdeu a vida no atentado. Diz que não vai conseguir superar este ataque. Envolta em choque, a pacata cidade perdeu quatro mulheres e um homem. E também ali, é cedo para se falar em esquecer.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cinco mortos em vários ataques na Noruega

Ataque de arco e flecha provoca pelo menos quatro mortes na Noruega

Anders Breivik perde processo contra Estado norueguês e continuará em confinamento solitário