This content is not available in your region

Inovação procura aliciar novos mercados na Web Summit

Access to the comments Comentários
De  Nuno Prudêncio
euronews_icons_loading
Inovação procura aliciar novos mercados na Web Summit
Direitos de autor  AP Photo/Armando Franca

Talvez seja pouco dizer que eram muitas as expectativas para ver caras conhecidas na Web Summit, em Lisboa, como a atriz Amy Poehler, ou a antiga estrela de futebol Thierry Henry.

Apesar de já não estarmos habituados a estar no meio de milhares de pessoas num só evento, a verdade é que o entusiasmo no local é palpável e não faltam ideias para descobrir.

A lotação esgotou e mais de 42 mil pessoas quiseram saber o que há de novo no universo digital e na galáxia das startups, numa edição presencial, em pela primeira vez, as mulheres representam mais de 50% dos participantes.

Alazza Alhooti fundou a Nuzha, uma operadora turística sediada em Mascate, Omã. A empresa tem em vista o mercado feminino. "Organizamos experiências e aventuras só para mulheres, seja uma saída em kayak, caminhadas, viagens de bicicleta ou até oficinas, ou atividades agrícolas".

Pelas mãos de Elsa Valentine, nasceu a Innate Mood, em 2020.

"A Innate Mood é um produto neurocientífico, uma aplicação de autorreflexão, que ajuda a construir a inteligência emocional através de diários em forma de vídeo. Por exemplo, se estivermos desmotivados e infelizes no trabalho, fazemos uma entrada relacionada com isso e a app vai buscar outro registo que gravámos no passado no qual estávamos a sentir exatamente o oposto".

Já Vítor Oliveira optou por olhar para o mercado das funerárias com uma nova abordagem.

"O nosso projeto é a CRE-MAR. Somos a primeira plataforma direcionada para a contratação de serviços de cremação direta. Damos oportunidade às pessoas de transformar as cinzas fúnebres em diamantes de memorial."

Todos estes projetos querem apelar a novos públicos através da presença na feira de tecnologia em Lisboa, cidade cujo novo presidente da Câmara é Carlos Moedas, um antigo Comissário Europeu para a Inovação.

Na Web Summit, o autarca apresentou a ideia de criar na capital portuguesa uma “Fábrica de Unicórnios”, isto é, um espaço para o desenvolvimento de startups (empresas em desenvolvimento ligadas a um setor de tecnologia inovadora) que valem muitos milhões.

"Se nós não transformarmos uma ideia em produto, não construímos emprego, não criamos emprego. Isso é que é importante, podemos ser pessoas com grandes ideias, que podem ter invenções. Mas as invenções não são inovações. A inovação é algo que é novo e útil", afirmou Moedas à Euronews.

Úteis são também os debates em torno das criptomoedas e das denúncias sobre o Facebook, dois dos temas que dominam o evento, a decorrer até 4 de novembro.