This content is not available in your region

Nova Zelândia abre porta da morte aos pacientes terminais

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Pacientes terminais já podem antecipar a morte na Nova Zelândia
Pacientes terminais já podem antecipar a morte na Nova Zelândia   -   Direitos de autor  AP Photo/Associazione Luca Coscioni/ Arquivo

A Nova Zelândia começou este domingo a aplicar a nova legislação para a morte medicamente assistida.

Depois de duas tentativas falhadas, um novo projeto-lei iniciado em 2017 e intitulado "Lei de Escolha do Fim da Vida" foi aprovado em outubro do ano passado, num referendo histórico validado por dois terços dos eleitores.

A partir de agora, na Nova Zelândia, os doentes terminais com uma esperança de vida estimada de seis meses podem solicitar apoio médico para pôr fim à vida.