This content is not available in your region

Guiné-Bissau assinala 48 anos de independência

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Presidente Umaro Sissoco Embaló discursa no Dia da Independência
Presidente Umaro Sissoco Embaló discursa no Dia da Independência   -   Direitos de autor  CARMEN ABD ALI / AFP

A Guiné-Bissau assinalou na terça-feira os 48 anos de independência, um marco ao qual se juntaram as celebrações do dia das Forças Armadas.

No discurso, o presidente Umaro Sissoco Embalo afirmou que quase metade dos 48 anos de independência do país foram passados em crises políticas de tipos diferentes e que tal teve um impacto negativo nas instituições públicas e na economia com graves consequências sociais.

Falando à imprensa, o primeiro-ministro Nuno Gomes Nabiam afirmou que apesar das diferenças com o Presidente, a prioridade é servir o estado e garantir a estabilidade institucional.

A independência da Guiné-Bissau assinala-se no dia 24 de setembro no entanto este ano a pandemia levou ao adiamento das celebrações.