Guiné-Bissau assinala 48 anos de independência

Access to the comments Comentários
De  euronews
Presidente Umaro Sissoco Embaló discursa no Dia da Independência
Presidente Umaro Sissoco Embaló discursa no Dia da Independência   -   Direitos de autor  CARMEN ABD ALI / AFP

A Guiné-Bissau assinalou na terça-feira os 48 anos de independência, um marco ao qual se juntaram as celebrações do dia das Forças Armadas.

No discurso, o presidente Umaro Sissoco Embalo afirmou que quase metade dos 48 anos de independência do país foram passados em crises políticas de tipos diferentes e que tal teve um impacto negativo nas instituições públicas e na economia com graves consequências sociais.

Falando à imprensa, o primeiro-ministro Nuno Gomes Nabiam afirmou que apesar das diferenças com o Presidente, a prioridade é servir o estado e garantir a estabilidade institucional.

A independência da Guiné-Bissau assinala-se no dia 24 de setembro no entanto este ano a pandemia levou ao adiamento das celebrações.