This content is not available in your region

65 mil novos casos diários de Covid na Alemanha

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Aumentam restrições contra os não vacinados
Aumentam restrições contra os não vacinados   -   Direitos de autor  AP / Darko Vojinovic

No regresso progressivo das restrições na Europa, são agora os checos não vacinados a ficar muito mais limitados no dia a dia. A partir de segunda-feira, não poderão frequentar restaurantes, bares, museus, cabeleireiros, hotéis ou eventos públicos.

Apesar de esta semana a Chéquia ter registado mais de 22 mil casos diários, os protestos contra as vacinas sucedem-se. Apenas 58% da população completou o processo de imunização contra a Covid.

MICHAEL KAPPELER/AFP
Merkel diz que situação na Alemanha é "dramática"MICHAEL KAPPELER/AFP

Na vizinha Eslováquia, os números são ainda mais baixos: só 45% dos eslovacos receberam a inoculação. As máscaras voltam a ser obrigatórias dentro e fora de portas. E tal como os checos, os movimentos serão mais restritos para os não vacinados, numa altura em que os hospitais do leste do país se encontram à beira da rutura.

Os húngaros começam o fim de semana com a reimposição da máscara nos espaços fechados. A terceira dose da vacina passa também a ser requerida entre os trabalhadores da área da Saúde.

Mais de 65 mil novos casos diários de infeção - um recorde para a Alemanha desde o início da pandemia. A ainda chanceler Angela Merkel declara que a situação é "dramática". As interdições para os não vacinados já abrangem a maior parte dos Estados federais.