This content is not available in your region

Explosão em fábrica de munições em Belgrado

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Explosão em fábrica de munições em Belgrado
Direitos de autor  Marko Djokovic/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

O forte som de uma explosão abalou Belgrado. Uma intensa coluna de fumo elevou-se na capital sérvia. O comandante dos bombeiros da cidade informou que, na altura da explosão, havia cerca de 40 trabalhadores dentro da fábrica de munições. Pelo menos, duas pessoas morreram mais de 15 ficaram feridas.

Os soldados da paz mantêm-se no local para conter o incêndio e evitar outra explosão.

De acordo com o comandante Milos Majstorovic, foram enviadas "as forças necessárias para o local. À chegada, percebemos que houve uma explosão num armazém de combustível de 240 metros quadrados, onde foram armazenados 500 foguetes com 30 kg de combustível. Após a explosão, houve um incêndio que se extinguiu, e estamos atualmente no terreno para manter a segurança dos nossos concidadãos".

Os feridos sofreram queimaduras, e muitos foram expostos a fumos tóxicos.

Esta não é a primeira vez que a Edepro, a proprietária da fábrica de munições, está na ribalta. No ano passado fontes azerbaijanesas afirmaram que o exército arménio utilizava armas da empresa.

"Esta empresa é verdadeiramente um líder regional na produção de motores de foguetes e turbojatos. Começaram com motores para vários mísseis, drones mais pequenos e combustível para mísseis, de vários tipos e propósitos", refere o editor da revista Tangosix, Petar Vojnovic.

As autoridades abriram um inquérito para apurar as causas da explosão. Este é o terceiro incidente em fábricas de armamento na Sérvia este ano. A anterior ocorreu na cidade de Cacak, em junho.