This content is not available in your region

Excedente de queijo preocupa autoridades de Chipre

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
euronews_icons_loading
Excedente de queijo preocupa autoridades de Chipre
Direitos de autor  Petros Karadjias/AP Photo

Chipre está confrontada com um problema insólito: Um excedente de queijo Halloumi. Este queijo salgado, feito a partir de leite de cabra e ovelha, é um do produtos mais conhecidos da ilha. Mas os meses de confinamento e a quebra no turismo e na restauração causados pela pandemia de Covid-19 tiveram um efeito nefasto. Há seis mil toneladas de queijo Halloumi acumuladas em Chipre, sem comprador. Uma grande parte da produção destina-se aos mercados estrangeiros, em particular o Reino Unido, que consome cerca de metade do Halloumi exportado por Chipre. O governo pediu agora aos embaixadores que ajudem a escoar o excedente acumulado.

As autoridades cipriotas alertam para este problema, sete meses depois de o Halloumi ter conseguido, junto da União Europeia, o estatuto de produto com denominação de origem protegida.