Erupção do vulcão Semeru na ilha de Java

Erupção do vulcão Semeru na ilha de Java
Direitos de autor AP/AP
De  Euronews com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Há centenas de deslocados em abrigos e pelo menos uma vítima mortal

PUBLICIDADE

A erupção do vulcão Semeru, na ilha indonésia de Java, provocou o pânico entre as pessoas que vivem nas proximidades e provocou, pelo menos, uma vítima mortal. 

Milhares fugiram das suas casas e as autoridades evacuaram várias localidades quando os fluxos de lava as alcançaram e destruíram uma ponte na região de Lumajang.

O porta-voz da Agência Nacional de Catástrofes Naturais,  disse que "várias regiões foram mergulhadas na escuridão depois de ficarem cobertas por cinzas vulcânicas", acrescentando que foram construídos abrigos em “várias localidades de Lumajang".

Imagens de vídeo difundidas pela agência mostram os habitantes, entre os quais crianças, a correr para os abrigos no momento da erupção, que começou perto das 15h (8h em Lisboa).

As autoridades estabeleceram um perímetro de segurança de cinco quilómetros em torno da cratera.

A última grande erupção do Semeru data de dezembro de 2020 e provocou também a fuga de milhares de pessoas, tendo coberto localidades inteiras.

A Indonésia encontra-se no “anel de fogo do Pacífico”, onde se regista cerca de 85% da atividade sísmica mundial. Este arquipélago do sudeste asiático tem quase 130 vulcões ativos no seu território.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Topo de vulcão ativo é cenário de cerimónia religiosa hindu

Vulcão "Wolf" continua a cuspir lava mas sem ameaçar as iguanas cor de rosa

Etna entra novamente em erupção