Sagrada Família inaugura a Virgem Maria, agora a torre mais alta da Basílica de Barcelona

Basílica projetada por Gaudí já tem 11 torres terminadas das 16 previstas
Basílica projetada por Gaudí já tem 11 torres terminadas das 16 previstas Direitos de autor AP Photo/Bernat Armangue/Arquivo
Direitos de autor AP Photo/Bernat Armangue/Arquivo
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É a primeira torre a ser construída nos últimos 44 anos e a 11.ª das 16 projetadas por Antoni Gaudí. Custou mais de €1,5 milhões e ilumina-se neste Dia da Imaculada Conceição

PUBLICIDADE

A Sagrada Famíliade Barcelona tem mais uma torre concluída. Das 16 previstas, a da Virgem Maria é a 11.ª a ser terminada e é inaugurada exatamente neste Dia da Imaculada Conceição, uma data sagrada no calendário da Igreja Católica e feriado, por exemplo, em Portugal.

Jordi Fauli trabalha no projeto de Antoni Gaudí desde os anos 90 e tornou-se no arquiteto-chefe da Basílica da Sagrada Família em 2012, passando a liderar os trabalhos feitos a partir do modelo em gesso deixado pelo mestre catalão.

Falando especificamente dos 16 pináculos previstos para a Basílica, Fauli lembrou que "Gaudí apenas os desenhou, mas deixando claro a posição, a altura e a forma geral, propondo que a sua forma concreta fosse a aplicação nas torres de um modelo da cúpula da sacristia que deixou em gesso".

"O que fizemos na oficina técnica, foi estudar muito bem a sacristia, construir primeiro a sacristia e depois, com sistemas de desenho paramétricos, transformar a sacristia nas torres de Jesus Cristo, da Virgem Maria e nas dos quatro evangelistas", detalhou o arquiteto-chefe da Basílica.

A mais alta até 2026

Com 138 metros de altura, a torre dedicada à Virgem Maria será a torre mais alta da Sagrada Família pelo menos até 2026, ano em que estava previsto ser terminada a de Jesus Cristo, uma das cinco ainda por concluir e que tem projetado atingir mais de 172 metros de altura, com uma grande cruz no topo.

Por concluir estão também as torres dos quatro evangelistas: São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João.

O prazo da construção do projeto de Gaudí poderá no entanto sofrer um atraso, anunciou há pouco mais de um ano o presidente executivo da comissão de construção da Basílica, Esteves Camps, justificando a derrapagem dos trabalhos com a impacto da Covid-19 na obra.

A torre da Virgem Maria é a primeira ser concluída nos últimos 44 anos, representando um investimento de mais de €1,5 milhões naquela que é descrita atualmente como a atração mais visitada de Barcelona.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Torres de João e Mateus inauguradas na basílica da Sagrada Família em Barcelona

Basílica em Veneza vai ser remodelada com 3,3 milhões de euros

Casa Vicens: O Gaudí que faltava descobrir