This content is not available in your region

Sagrada Família inaugura a Virgem Maria, agora a torre mais alta da Basílica de Barcelona

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Basílica projetada por Gaudí já tem 11 torres terminadas das 16 previstas
Basílica projetada por Gaudí já tem 11 torres terminadas das 16 previstas   -   Direitos de autor  AP Photo/Bernat Armangue/Arquivo

A Sagrada Famíliade Barcelona tem mais uma torre concluída. Das 16 previstas, a da Virgem Maria é a 11.ª a ser terminada e é inaugurada exatamente neste Dia da Imaculada Conceição, uma data sagrada no calendário da Igreja Católica e feriado, por exemplo, em Portugal.

Jordi Fauli trabalha no projeto de Antoni Gaudí desde os anos 90 e tornou-se no arquiteto-chefe da Basílica da Sagrada Família em 2012, passando a liderar os trabalhos feitos a partir do modelo em gesso deixado pelo mestre catalão.

Falando especificamente dos 16 pináculos previstos para a Basílica, Fauli lembrou que "Gaudí apenas os desenhou, mas deixando claro a posição, a altura e a forma geral, propondo que a sua forma concreta fosse a aplicação nas torres de um modelo da cúpula da sacristia que deixou em gesso".

"O que fizemos na oficina técnica, foi estudar muito bem a sacristia, construir primeiro a sacristia e depois, com sistemas de desenho paramétricos, transformar a sacristia nas torres de Jesus Cristo, da Virgem Maria e nas dos quatro evangelistas", detalhou o arquiteto-chefe da Basílica.

A mais alta até 2026

Com 138 metros de altura, a torre dedicada à Virgem Maria será a torre mais alta da Sagrada Família pelo menos até 2026, ano em que estava previsto ser terminada a de Jesus Cristo, uma das cinco ainda por concluir e que tem projetado atingir mais de 172 metros de altura, com uma grande cruz no topo.

Por concluir estão também as torres dos quatro evangelistas: São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João.

O prazo da construção do projeto de Gaudí poderá no entanto sofrer um atraso, anunciou há pouco mais de um ano o presidente executivo da comissão de construção da Basílica, Esteves Camps, justificando a derrapagem dos trabalhos com a impacto da Covid-19 na obra.

A torre da Virgem Maria é a primeira ser concluída nos últimos 44 anos, representando um investimento de mais de €1,5 milhões naquela que é descrita atualmente como a atração mais visitada de Barcelona.