This content is not available in your region

Morte de migrantes em carrinha no Reino Unido julgada na Bélgica

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AFP
euronews_icons_loading
Morte de migrantes em carrinha no Reino Unido julgada na Bélgica
Direitos de autor  Alastair Grant/Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved

A justiça belga pediu 15 anos de prisão para o vietnamita acusado de ter organizado parte da viagem dos 39 compatriotas encontrados mortos num camião, no Reino Unido, em 2019.

O homem, de 45 anos, é o arguido principal no julgamento do tribunal criminal de Bruges. É apontado como o "líder de uma organização criminosa" por tráfico de seres humanos.

Um total de 23 pessoas estão a ser julgadas. A maioria dos arguidos são vietnamitas ou belgas de origem vietnamita. Pertenciam a uma rede com filiais nos países de partida, no sudeste asiático. Segundo a acusação, o tráfico, organizado a partir da Bélgica, tinha ligações a França, Países Baixos e Alemanha. O grupo organizou "pelo menos 130 transportes".

A tragédia foi uma das mais dolorosas da crise migratória na Europa nos últimos anos e é objeto de processos judiciais em quatro países.

Em 23 de outubro de 2019, os corpos de 31 homens e oito mulheres vietnamitas, incluindo dois adolescentes de 15 anos, foram encontrados dentro de um camião estacionado numa área industrial a leste de Londres.

As vítimas morreram por asfixia e hipertermia, por causa do calor e da falta de oxigénio.