This content is not available in your region

Tragédias e números alarmantes na crise dos migrantes

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Tragédias e números alarmantes na crise dos migrantes
Direitos de autor  Maxim Guchek/BelTA

Centenas de migrantes da América Central e do Sul rumo à Cidade do México. A caravana começou viagem em Tapachula, no estado de Chiapas, há algumas semanas. Alguns foram vistos a empurrar carrinhos de bebé quando atravessavam a auto-estrada que separa a cidade de Puebla da capital do México. Imagens que relembram a realidade da crise migratória repleta de tragédias como o acidente no sul do México na última quinta-feira. Um camião que transportava migrantes, capotou.

Segundo a Organização Internacional para as Migrações, o número de mortes e desaparecimentos tinha aumentado em muitas rotas migratórias em todo o mundo em 2021, incluindo na Europa e nas Américas. A agência da ONU diz que, com o caso no México, o número de mortes de migrantes em 2021 ultrapassou as 4.470 - homens, mulheres e crianças.
Stephane Dujarric
porta-voz das Nações Unidas

No acidente no México pelo menos 54 migrantes morreram e mais de 100 ficaram feridos - viajavam no reboque do camião. A Organização Internacional para as Migrações (OIM) e parceiros estão a aumentar a ajuda humanitária ao longo da fronteira entre a União Europeia e a Bielorrússia, face ao aumento das mortes entre os migrantes devido às temperaturas de Inverno.