Tragédias e números alarmantes na crise dos migrantes

Tragédias e números alarmantes na crise dos migrantes
Direitos de autor Maxim Guchek/BelTA
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

ONU preocupada com aumento de mortes nas rotas migratórias.

PUBLICIDADE

Centenas de migrantes da América Central e do Sul rumo à Cidade do México. A caravana começou viagem em Tapachula, no estado de Chiapas, há algumas semanas. Alguns foram vistos a empurrar carrinhos de bebé quando atravessavam a auto-estrada que separa a cidade de Puebla da capital do México. Imagens que relembram a realidade da crise migratória repleta de tragédias como o acidente no sul do México na última quinta-feira. Um camião que transportava migrantes, capotou.

Segundo a Organização Internacional para as Migrações, o número de mortes e desaparecimentos tinha aumentado em muitas rotas migratórias em todo o mundo em 2021, incluindo na Europa e nas Américas. A agência da ONU diz que, com o caso no México, o número de mortes de migrantes em 2021 ultrapassou as 4.470 - homens, mulheres e crianças.
Stephane Dujarric
porta-voz das Nações Unidas

No acidente no México pelo menos 54 migrantes morreram e mais de 100 ficaram feridos - viajavam no reboque do camião. A Organização Internacional para as Migrações (OIM) e parceiros estão a aumentar a ajuda humanitária ao longo da fronteira entre a União Europeia e a Bielorrússia, face ao aumento das mortes entre os migrantes devido às temperaturas de Inverno.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morte de migrantes em carrinha no Reino Unido julgada na Bélgica

Benjamin Netanyahu apresenta plano de gestão de Gaza para um pós-guerra

Programa Alimentar Mundial suspende distribuição da ajuda alimentar no norte de Gaza