This content is not available in your region

Incêndios florestais continuam a dar luta na Patagónia argentina

Access to the comments Comentários
De  Fátima Valente  & AFP
euronews_icons_loading
Incêndios florestais continuam a dar luta na Patagónia argentina
Direitos de autor  AFP

A luta contra os incêndios florestais continuou este Domingo em cinco províncias da Argentina. O combate às chamas dura há quase um mês, e tem sido agravado pelas altas temperaturas e pela seca. De acordo com as autoridades do país, os incêndios na Patagónia argentina já destruíram milhares de hectares de floresta.

Os fogos estão a crescer em áreas de floresta de elevada altitude e pouco povoadas das províncias do sul de Rio Negro, Chubut e Neuquén. Alguns incêndios estavam este Domingo separados por apenas 300 quilómetros.

O ministério do Ambiente da Argentina informou que o combate aos incêndios tem sido complicado devido às dificuldades do terreno, distâncias entre chamas, mudanças na direção do vento, altas temperaturas, e à vegetação seca, na sequência da seca registada.

O Ministério do Ambiente da Argentina informou no Twitter que criou um comité especial de crises, que combina este ministério. o da Defesa e o da Segurança e do Interior, para abordar a grave situação no local.

Os incêndios são comuns durante o verão na Patagónia. No ano passado, dezenas de milhares de hectares de floresta foram destruídos em incêndios na Argentina.

No Chile também foram registados incêndios de grande dimensão no centro e sul do país. e nas regiões do sul de Ñuble e La Araucanía.

Devido ao avanço de um dos fogos, as autoridades retiraram, preventivamente, as populações das zonas de Lolenco, Chacaico e El Parque, informou a autoridade de emergências do Chile.