This content is not available in your region

Terra escaldante: Copernicus regista os sete anos mais quentes

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
California
California   -   Direitos de autor  Noah Berger/AP

Os últimos sete anos foram os mais quentes de que há registo.

É uma informação do Copernicus, o serviço europeu de observação da Terra, que revela ainda concentrações sem precedentes de gases produtores do efeito de estufa.

Os cientistas estão convencidos de que o aquecimento global está a contribuir para o aumento das catástrofes naturais observadas nos últimos anos: tempestades extremas, picos de calor na América do Norte como os quase 50 graus registados no Canadá, ou os 49 graus da Sicília no verão passado, o verão mais quente registado na Europa, com incêndios devastadores no sul do continente.

Na COP de Glasgow, em novembro passado, o mundo comprometeu-se a limitar o aumento da temperatura a 1,5 graus em comparação com a era pré-industrial. Mas será isso suficiente?