EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Ministros da defesa da União Europeia reunidos em França

Ministros da defesa da União Europeia reunidos em França
Direitos de autor Olivier Hoslet/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Olivier Hoslet/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Encontro aborda tensão na fronteira da Ucrânia e segurança na Europa.

PUBLICIDADE

A cidade francesa de Brest é o ponto de encontro dos ministros da defesa da União Europeia, para discutir questões de segurança. As tropas russas estacinadas junto da fronteira com a Ucrânia é um dos assuntos fundamentais em discussão.

O Secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, juntou-se às conversações depois de ter participado no Conselho da NATO/Rússia - marcado por divergências. Salientou que a estreita parceria entre a Aliança Atlântica e a União Europeia é ainda mais importante neste momento crítico para a segurança da Europa.

Enviámos uma mensagem clara à Rússia que, se decidir usar a força contra a Ucrânia se mais uma vez, isso terá consequências graves. Será um grande erro estratégico da Rússia e dos aliados da NATO, a UE e muitos outros declararam claramente que irão impor sanções graves à Rússia.
Jens Stoltenberg
Secretário-geral, NATO

A reunião dos ministros da defesa da UE surge numa semana de trabalho para resolver a questão ucraniana que começou com as conversações entre os Estados Unidos e a Rússia em Genebra, na segunda-feira.

Esta maratona de acontecimentos diplomáticos, todos eles sem sucesso, marca um dos momentos mais difíceis nas relações. O frente a frente entre a NATO e a Rússia, pela primeira vez em dois anos, confirmou a distância entre ambas as partes. A NATO está aberta a conversações, mas não aceita que Moscovo vete a ambição da Ucrânia de aderir à aliança. Entretanto, mais de 100 mil soldados russos continuam em espera na fronteira ucraniana. Na Ucrânia, os civis preparam-se para o pior.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal russo ordena prisão da viúva de Alexei Navalny

"Ucrânia vai parar Putin", diz Biden na abertura da cimeira da NATO

Primeiro-ministro da Índia critica invasão russa à Ucrânia durante encontro com Putin