This content is not available in your region

Norueguês que matou 77 pessoas em 2011 pede liberdade condicional

Access to the comments Comentários
De  euronews  com Lusa
euronews_icons_loading
Norueguês que matou 77 pessoas em 2011 pede liberdade condicional
Direitos de autor  AFP

Entrou no tribunal e cumprimentou os presentes com uma saudação nazi. Anders Breivik, o norueguês que matou 77 pessoas em ataques na Noruega em 2011, pediu ao juiz liberdade condicional.

"Como em qualquer outro Estado de direito, um condenado tem o direito de requerer a liberdade condicional e Breivik decidiu fazer uso desse direito", disse o seu advogado, Øystein Storrvik, à France-Presse (AFP), antes da audiência que aconteceu esta terça-feira. 

O fanático de extrema-direita foi condenado a 21 anos por um atentado à bomba em Oslo e um ataque armado na ilha de Utøya.

Durante o julgamento, Breivik entrou diariamente na sala de audiências a fazer uma saudação com o punho fechado e disse perante os pais enlutados que desejava ter matado mais jovens. Na prisão, tentou fundar um partido fascista e contactou por correio extremistas de direita na Europa e nos Estados Unidos. Breivik já cumpriu praticamente metade da pena.