Noruega recorda vítimas do ataque de Kongsberg

Noruega recorda vítimas do ataque de Kongsberg
Direitos de autor AFP PHOTO / NORWEGIAN POLICE / PRIVATE
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Príncipes herdeiros assistiram à cerimónia deste domingo

PUBLICIDADE

Os príncipes herdeiros da Noruega assistiram à missa deste domingo em memória das vítimas do ataque de Kongsberg. Cinco pessoas morreram e três ficaram feridas na última quarta-feira, depois de um homem disparar flechas num supermercado e nas ruas da cidade. Um cidadão dinamarquês de 37 anos foi detido e o crime foi classificado pela polícia com um “ato terrorista”.

No sábado, a Noruega anunciou que irá realizar uma investigação independente sobre as ações da polícia e das agências de segurança após o ataque. Os meios de comunicação noruegueses questionaram quanto tempo os agentes demoraram a prender o suspeito Espen Andersen Braathen depois de o departamento regional da polícia ter recebido relatos sobre um homem a disparar setas num supermercado.

A Noruega é um dos poucos países do mundo onde os agentes da lei não transportam armas durante o trabalho de rotina. As autoridades, num comunicado, afirmam que a polícia estava desarmada durante o primeiro encontro e armada durante os encontros posteriores com Andersen Braathen.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Norueguês que matou 77 pessoas em 2011 pede liberdade condicional

Ataca dezenas de pessoas com faca para ser condenado à morte

Cinco mortos em vários ataques na Noruega