This content is not available in your region

Sérvia recua na exploração de lítio depois de protestos da população

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
ap
ap   -   Direitos de autor  ap

Protestos na Sérvia contra o polémico projeto de exploração de lítio com a Rio Tinto deram resultados. O Governo decidiu não avançar com a exploração.

A Servia decidiu suspender o projeto que previa a construção de uma mina no Rio Jadar, um acordo com a gigante anglo australiana Rio tinto, a segunda maior empresa de exploração de minerais do mundo.

Depois de muitos protestos, o projeto cai por terra. A garantia foi deixada pela primeira ministra do país, esta terça-feira. Ana Brnabic admitiu, numa conferência de imprensa, que pela parte do governo "o projeto Jadar acabou". A governante disse também que o processo sempre foi "transparente" e que a decisão já foi comunicada "sem qualquer problema" à Rio Tinto.

A Sérvia tem um subsolo com uma das maiores reservas mundiais de lítio, um metal usado para fazer componentes electrónicas e baterias. O investimento da empresa Rio Tinto seria de dois mil milhões de euros. A primeira ministra sempre disse que não iria avançar com o projeto antes de ouvir a população. No ano passado, Centenas de manifestantes bloquearam as estradas na Sérvia durante vários fins de semana, em forma de protesto. O governo atento, cedeu.