Greve dos transportes lança Bucareste no caos

Greve dos transportes lança Bucareste no caos
Direitos de autor Vadim Ghirda/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente da Câmara abriu um processo contra os responsáveis sindicais

PUBLICIDADE

Filas intermináveis preencheram as ruas de Bucareste, esta quinta-feira, dia em que quase todos os transportes públicos da capital romena pararam. A greve por melhores condições salariais imobilizou autocarros, elétricos e comboios. O metro continuou a funcionar. A procura foi muita, complicando o cumprimento das restrições sanitárias.

"Vim de metro. Estava muito mais cheio do que é normal por causa da greve. É claro que isto nos afeta, mas as pessoas têm de proteger os seus direitos. Os velhos elétricos mal andam. Talvez os grevistas tenham razão", dizia um transeunte.

O braço de ferro promete continuar. A direção da companhia pública de transportes afirmou que os trabalhadores têm de cumprir as suas obrigações. 

Já o presidente da Câmara de Bucareste, Nicusor Dan, declarou que a paralisação foi um movimento "ilegal" e abriu um processo contra os responsáveis sindicais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Roménia regista taxa de natalidade mais baixa dos últimos 143 anos

Para a Roménia, "o espaço Schengen já quase não existe"

Pilotos da NATO treinam para intercetar aviões russos