This content is not available in your region

Jornalista assassinado no México

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Em menos de um mês, morreram quatro jornalistas no México
Em menos de um mês, morreram quatro jornalistas no México   -   Direitos de autor  Eduardo Verdugo/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

Um jornalista foi assassinado, no México, enquanto se preparava para fazer uma entrevista. Roberto Toledo é o quarto jornalista a ser assassinado no país em menos de um mês.

Toledo trabalhava para um site de notícias, Monitor Michoacan, conhecido por denunciar a corrupção das autoridades e terá recebido várias ameaças de morte.

A Academia Nacional de Jornalistas de Rádio e Televisão disse numa declaração que Toledo e outros membros do Monitor Michoacan tinham denunciado agressões e ameaças de morte relacionadas com o seu trabalho.

Toledo estava inscrito no sistema de proteção do Governo Federal para jornalistas e defensores dos Direitos Humanos conhecido como "el mecanismo" ou mecanismo, disse a academia.

A vaga de assassinatos motivou uma onda de protestos no México, país onde foram assassinados mais de meia centena de jornalistas desde dezembro de 2018.