EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Jovem suspeito de terrorismo fica em prisão preventiva

Viatura da polícia que transportava jovem suspeito de terrorismo chega ao Tribunal de Instrução Criminal, em Lisboa
Viatura da polícia que transportava jovem suspeito de terrorismo chega ao Tribunal de Instrução Criminal, em Lisboa Direitos de autor ANTÓNIO PEDRO SANTOS/ 2022 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
Direitos de autor ANTÓNIO PEDRO SANTOS/ 2022 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
De  Rodrigo Barbosa com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ataque contra Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa estaria planeado para hoje

PUBLICIDADE

O jovem suspeito de planear um ataque terrorista na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa vai ficar em prisão preventiva.

A medida foi anunciada pela juíza do Tribunal Central de Instrução Criminal da capital portuguesa, que justificou a decisão por haver "fortes indícios de existir a continuação da atividade criminosa e da perturbação da tranquilidade pública".

O jovem foi detido esta quinta-feira pela Unidade Nacional Contraterrorismo da Polícia Judiciária , em posse de várias armas, na sequência de um alerta dado pelo FBI.

José Manuel Anes, fundador do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo:"Os americanos avisaram que havia um jovem com um 'nickname', uma alcunha da internet, que andava a frequentar esses 'chats' e a fazer declarações e era fundamental identificar o jovem. É esse o trabalho que foi feito a nível da investigação criminal na internet."

Segundo fontes ligadas ao processo, o ataque estava planeado para esta sexta-feira e seria um atentado a título individual, sem motivações políticas ou religiosas.

O advogado do aluno de 18 anos do curso de Engenharia Informática afirmou que vai recorrer da decisão do tribunal lisboeta, mas não quiz responder quando questionado sobre eventuais antecedentes de problemas de saúde mental.

Outras fontes • RTP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Recluso e agente da polícia que fugiram foram apanhados

Primeiros repatriados já estão em Lisboa e ainda três portugueses desaparecidos

Polícia francesa mata homem que tentava incendiar sinagoga em Rouen