This content is not available in your region

Estádio de Leiria transforma-se na "casa" de refugiados ucranianos

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  com AFP
euronews_icons_loading
Ucranianos chegam ao estádio de Leira onde ficarão hospedados
Ucranianos chegam ao estádio de Leira onde ficarão hospedados   -   Direitos de autor  PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP or licensors

Deixaram a Ucrânia rumo a Portugal. Muitos têm família no país, outros precisavam, simplesmente, de um porto seguro. 

No estádio de Leiria, construído para o Euro 2004, que decorreu em terras lusas, cerca de duas dezenas de camarotes foram remodelados e servem agora de abrigo para estes ucranianos. Os quartos foram decorados com as cores da bandeira da Ucrânia e no total há 54 camas disponíveis. Pretende dar algum conforto a quem se viu obrigado a fugir da invasão russa ao seu país com pouco mais do que a roupa que levava no corpo.

São sobretudo mulheres e adolescentes, mas também algumas crianças, que estão ali alojados e esperam-se mais pessoas. O objetivo é integrá-las num país onde se fala uma língua diferente mas onde a comunidade ucraniana, que mantém as raízes no seu país de origem, é importante. 

Em Leiria existe cerca de um milhar os ucranianos e estão prontos a ajudar os seus conterrâneos neste novo começo, ou pelo menos nova etapa, porque a maioria quer regressar a casa. Ali, naquela cidade até aqui desconhecido, promete-se ajudar estas pessoas a encontrar emprego e integrar as crianças e jovens nas escolas locais.

Editor de vídeo • Nara Madeira

Outras fontes • RTP