This content is not available in your region

"Não é possível negociar com monstros"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
"Não é possível negociar com monstros"
Direitos de autor  AP Photo

O ataque aéreo russo a uma maternidade e a um hospital pediátrico em Mariupol está a ser particularmente criticado pela comunidade internacional. As autoridades ucranianas consideram que este tipo de ataques prejudica futuras negociações.

Em declarações à Euronews, a deputada ucraniana Inna Sovsun disse que a “diplomacia não funciona com terroristas”. “Hoje bombardearam o hospital em Mariupol. São monstros. É impossível conduzir negociações diplomáticas com estes monstros. Putin é um terrorista que faz o nosso povo refém”, afirmou a deputada.

Inna Sovsun sublinha as sanções económicas contra a Rússia, em particular o embargo às importações de gás e petróleo russo pelos Estados Unidos e Reino Unido. A deputada espera que muitos outros países tomem decisões semelhantes. “Agora, cada euro enviado para a Rússia é utilizado para exércitos, para nos matar. As sanções atuais são positivas, mas esperamos ainda mais sanções no futuro”, defendeu.

A deputada ucraniana repetiu os apelos do presidente **Volodymyr Zelenskyy **para o estabelecimento de uma zona de interdição do espaço aéreo, “a única forma de evitar bombardeamentos contra alvos ucranianos”.