EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Roménia é o príncipio de uma nova vida para milhares de ucranianos

Roménia é o príncipio de uma nova vida para milhares de ucranianos
Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Giorgia Orlandi
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Reportagem da Euronews em Siret, um dos principais pontos de entrada de refugiados ucranianos no espaço da União Europeia

PUBLICIDADE

A União Europeia está a preparar uma "via verde" para levar refugiados da Ucrânia, através da Roménia, para outros estados-membros. A informação foi avançada este sábado pela ministra alemã dos Negócios Estrangeiros. Um dos caminhos deste corredor começa em Siret, na Roménia. Uma média de 6.000 cidadãos de origem ucraniana atravessam, dia e noite, esta fronteira romena. De acordo com as autoridades romenas, estima-se que 380.000 ucranianos já a tenham passado desde o início da atual crise.

A linha que divide a Roménia da Ucrânia é considerada a mais longa fronteira do território ucraniano com a Europa.  Em Siret, as tendas de acolhimento estendem-se ao longo dos dois lados da estrada. Aqui encontram todo o tipo de assistência e ajuda.

"Ajudamos com comida, doces, brinquedos e temos produtos de higiene, fraldas para bebés", mostra Scarlat Robert, voluntário da organização não governamental (ONG) "Open Hands".

Uma outra ONG com sede na Roménia centra-se no transporte para fora de Siret. "Estamos aqui para levar as pessoas da fronteira. Dentro dos nossos limites, para lhes dar um lugar para dormir e transporte em carros para a fronteira ocidental, para o resto da Europa," enplica Ciprian Pantos, voluntário da Adra.

Sabe-se que o ministro francês da Administração Interna esteve aqui na sexta-feira, onde se encontrou com o homólogo romeno. Elogiou nessa altura a solidariedade demonstrada pelos romenos no acolhimento destes refugiados. Também a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, quando esteve em Bucareste, sexta-feira, agradeceu à Roménia pelo esforço de acolher os cidadãos ucranianos em fuga.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Festival das Tulipas na Roménia, uma tradição com mais de meio século

Mansão do rei Carlos III na Roménia reabriu ao público

Partidos de direita da Roménia juntam esforços para campanha às europeias